“Lupin”: uma boa ideia de como modernizar um personagem antigo

Série da Netflix tem Paris, bom ritmo, um toque de comentário social e – o principal – a simpatia de Omar Sy

Assista aqui a resenha em vídeo:

2 comentários em ““Lupin”: uma boa ideia de como modernizar um personagem antigo”

  1. A série falha miseravelmente no quarto episódio. Com todo o conhecimento de Lupin, ele não pensou em fazer uma cópia da fita (em VHS, DVD ou em um pendrive)? Ou no mínimo, entregá-la somente no momento da entrevista? Dá para aceitar os demais absurdos da série, pois são cômicos e simpáticos, mas acreditar que o Lupin iria entregar a única prova que tinha para alguém que ele nem conhecia direito? Difícil de engolir.

    Curtir

  2. Isabela, te acompanho há muito tempo através da Veja e te considero a melhor comentarista [odeio a palavra “crítico(a)] de cinema no Brasil. Assim como Omar Sy – irresistível -, vc também é muito simpática e consegue apontar detalhes e nuances que passariam batidos tornando o filme melhor do que parecem à 1ª vista. Gracias e um abraço

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s