Arquivo da categoria: Filmes

“Mulan”: Sobra cor, mas falta carisma

Sem emoção e com montagem ruim, versão live action do desenho de 1998 se esforça, mas não empolga

Continuar lendo “Mulan”: Sobra cor, mas falta carisma

“Babenco” é mais singular representante do país na busca da vaga no Oscar

Documentário dirigido por Bárbara Paz é um longa arrojado que acompanha a etapa final da vida do cineasta

Continuar lendo “Babenco” é mais singular representante do país na busca da vaga no Oscar

Togo”: me apaixonei por esse herói do Ártico

Com Willem Dafoe e um husky fabuloso, aventura é o melhor inédito do Disney+

Continuar lendo Togo”: me apaixonei por esse herói do Ártico

Em “Roman J. Israel”, na Netflix, Denzel no seu melhor

Como um advogado quase falido e no meio de uma crise ética, ele é o centro e a razão de ser deste drama

Continuar lendo Em “Roman J. Israel”, na Netflix, Denzel no seu melhor

Em “Um Inverno em Nova York”, um pouco de calor humano

A diretora Lone Scherfig faz uma versão quase perfeita da história de estranhos cujos caminhos se cruzam

Continuar lendo Em “Um Inverno em Nova York”, um pouco de calor humano

Em “Rosa e Momo”, da Netflix, Sophia Loren mostra o que é ser estrela

Dirigida pelo filho depois de dez anos de ausência, a atriz enche a tela em um dueto com o menino Ibrahima Gueye

Continuar lendo Em “Rosa e Momo”, da Netflix, Sophia Loren mostra o que é ser estrela

“Destruição Final: O Último Refúgio”: Corra que lá vem cometa

Com Gerard Butler e Morena Baccarin, o melhor filme-catástrofe desde “O Dia Depois de Amanhã”

Continuar lendo “Destruição Final: O Último Refúgio”: Corra que lá vem cometa

“Antebellum (A Escolhida)”: É um pesadelo? É viagem no tempo? É reencarnação?

De uma dupla de diretores estreantes, um exemplar radical do “terror racial”, com Janelle Monáe dando o sangue

Continuar lendo “Antebellum (A Escolhida)”: É um pesadelo? É viagem no tempo? É reencarnação?

“Agente Infiltrada”: em Teerã, sozinha, no meio de uma conspiração

Com um trabalho soberbo, Diane Kruger e Martin Freeman transformam thriller de espionagem em algo maior

Continuar lendo “Agente Infiltrada”: em Teerã, sozinha, no meio de uma conspiração

“A Caminho da Lua”: a Netflix, agora, quer também ser Disney

Criada e dirigida por Glen Keane, que foi prata da casa da Disney, a animação tem visual às vezes estonteante. Mas ainda falta a ela aquele “algo mais”

Continuar lendo “A Caminho da Lua”: a Netflix, agora, quer também ser Disney