“O Terceiro Assassinato”: um crime e várias perguntas sem resposta

Um advogado vai se descobrindo cada vez mais próximo de seu réu no belíssimo drama do japonês Hirokazu Koreeda

Tem um quê de sonho a cena inicial, em que Misumi (Koji Yakushi), caminhando por um descampado, golpeia por trás um homem, matando-o, e então ateia fogo ao corpo. Terá sido assim mesmo a morte do dono da fábrica em que Misumi trabalhava, e que o havia demitido? Misumi, porém, é assassino confesso – e pela terceira vez. Estava há uns dois anos liberto, depois de passar três décadas atrás das grades por um duplo homicídio na sua província natal, Hokkaido. Na ocasião anterior, livrara-se da pena de morte por caridade do juiz. E agora é o filho desse mesmo juiz, o advogado Shigemori (Masaharu Fukuyama), quem vai liderar a defesa e novamente tentar comutar a execução em pena perpétua. Ocorre que Misumi é um sujeito inconstante: a toda hora muda seu depoimento, casualmente acrescentando ou subtraindo dele detalhes cruciais. Shigemori, um cético, fica intrigado; é impossível entender de fato o motivo do crime. E, quanto mais o advogado investiga, mais as circunstâncias parecem se alterar e se transformar – e mais ele se envolve com Misumi, descobrindo na história dele (ou o que parece ser a história dele) ecos da sua própria história.

blogib_o-terceiro-assassinato_mat1

Amo os filmes do diretor Hirokazu Koreeda. E, a cada novo filme dele que vejo, mais aumenta a minha ligação com os anteriores: o trabalho de Koreeda tem um efeito cumulativo, em que cada filme soma algo aos outros, e os esclarece ou enriquece – mais ou menos como no trabalho do cineasta japonês que é uma das influências mais patentes de Koreeda, o mestre Yasujiro Ozu. Ambos são diretores que filmam na altura do olhar, por assim dizer – a matéria-prima deles são as pequenas reverberações que acontecem entre as pessoas quando elas se aproximam umas das outras, as qualidades indefiníveis dos sentimentos entre elas, as perplexidades cotidianas diante da vida, e sempre os laços – os partidos e os inteiros – entre membros de uma família. Koreeda às vezes fala de um grupo de irmãos deixados sem pais (Ninguém Pode Saber), de dois irmãos pequenos que se veem separados (O que Eu Mais Desejo), de filhos crescidos que levam as famílias para visitar os pais idosos numa data trágica (Andando), de três irmãs crescidas que encontram pela primeira vez uma meia-irmã (Nossa Irmã Mais Nova), de um pai e o menino que ele criou como seu mas descobre ter sido trocado (Pais e Filhos), de um marido que, ao ficar órfão, tenta se reconectar com a mulher e o filho que abandonou (Depois da Tempestade). Em todos os casos, os vínculos são feitos e refeitos, rompidos e remendados, e o efeito é o de estar assistindo a várias facetas de uma mesma história.

blogib_o-terceiro-assassinato_mat2

De primeira, portanto, O Terceiro Assassinato parece uma guinada na trajetória do diretor, já que boa parte de suas duas horas transcorre como um drama de tribunal. A cada camada do enredo que se revela, porém, mais íntima fica sua conexão com o corpo da obra de Koreeda. Um cineasta sereno na forma e no ritmo de suas tramas, ele é também, entretanto, um artesão primoroso, afeito ao detalhe e à indicação sutil. Em O Terceiro Assassinato, repare na maneira belíssima como o vidro que separa o réu dos advogados, durante os numerosos interrogatórios, vai deixando de se mostrar como uma barreira para, aos poucos, ir perdendo sua solidez, até se converter em um instrumento de fusão entre os personagens. É lindo, comovente, e muito triste.

Uma curiosidade: o ótimo Masaharu Fukuyama, que faz o advogado Shigemori e trabalhou com Koreeda também em Pais e Filhos, é um ator de segunda encarnação: é muito mais conhecido no Japão como cantor e compositor, desses que lotam arenas com dezenas de milhares de pessoas.


Trailer


O TERCEIRO ASSASSINATO
(The Third Murder/Sandome no Satsujin)
Japão, 2017
Direção: Hirokazu Koreeda
Com Masaharu Fukuyama, Koji Yakushi, Suzu Hirose, Shinnosuke Mitsushima, Mikako Ishikawa, Izumi Matsuoka, Hajime Inoue, Aju Makita
Distribuição: Imovision

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s