Divulgação

O garimpo da semana: Parceiros de Jogo

Ryan Reynolds e Ben Mendelsohn se embriagam com altas apostas e grandes perdas

Se você alguma vez entrou em um cassino, salão de bingo, mesa de pôquer ou congênere, é certeza que tenha topado com um tipo como Gerry – o sujeito que, quanto mais perde, mais tem certeza de que agora, sim, é que vai ganhar; que pede emprestado para todo mundo e nunca vai poder pagar; que cava um buraco cada vez mais fundo no qual se perder. Gerry, magnificamente vivido pelo australiano Ben Mendelsohn neste filme que está disponível no NOW (e, adivinhe, não foi lançado nos cinemas no Brasil), é aquele sujeito meio ansioso, com jeito de falta de banho e um copo de cerveja choca na mão, que fica encostando nos outros frequentadores do cassino e assuntando o jogo deles, certo de que assim vai pegar no ar uma vibração positiva qualquer da sorte. Vi dezenas de Gerrys – homens e mulheres, de todas as idades – arrastando os pés nos cassinos de Las Vegas como almas penadas, e figura mais triste do que essa não há.

Divulgação

Uma noite, porém, numa mesa de pôquer, Gerry conhece um jogador que é o que ele gostaria de ser: Curtis é autoconfiante, efusivo e põe todos os parceiros de mesa à vontade com suas histórias e piadas. Não tem pouso fixo: vai vagando pelo país conforme a sorte e a vontade mandam. É bonitão, arrumado, joga que é uma beleza e faz pose de que não está nem aí com o jogo. E Curtis, que Ryan Reynolds interpreta com um charme complicado, cheio de semitons mais escuros, é um jogador que sabe parar. Ganha, recolhe o dinheiro e sai da mesa. Mais tarde, quando ele e Gerry se reencontram por acaso em um bar e Gerry ganha alguma coisa, Curtis tenta ensinar também a ele quando parar. Mas o fato é que os dois são como fogo e lenha: têm uma afinidade instantânea e, depois de uns dois ou três copos de bourbon, já se sentem como almas gêmeas, ao mesmo tempo opostos e complementos. Gerry não se lembra da última vez que sentiu tanta alegria, ou que teve tanta sorte. E, por isso, gruda em Curtis, e decide segui-lo de cidade em cidade pelo Sul americano. O plano é apostar em tudo, em todos os lugares em que haja algo em que apostar, até bater na sorte grande em New Orleans.

Divulgação

Eu adoraria poder ter visto Parceiros de Jogo no cinema, porque ele é o melhor tipo de road movie – aquele em que cada cidade, posto de beira de estrada ou bar escuro é um novo personagem, observado com sensibilidade e especificidade pela dupla de diretores Anna Boden e Ryan Fleck (de Se Enlouquecer, Não Se Apaixone), e em que os contrastes entre dia e noite, e entre luz natural e artificial, contribuem para comentar a evolução da amizade (ou dependência) entre Gerry e Curtis. Mas o mais delicioso do filme é mesmo a afinação entre Ryan Reynolds e Ben Mendelsohn, a camaradagem fácil entre eles, o ouvido impecável dos dois para os diálogos, a dúvida constante sobre que espécie de pessoa, afinal, Curtis é – e a maneira como a dupla de diretores consegue fazer você sentir a embriaguez do jogo, e provar da cachaça na qual Curtis e Gerry se viciaram.

Divulgação

P.S.1: Embora os créditos não mencionem nada a esse respeito, Parceiros de Jogo é total e completamente inspirado em Jogando com a Sorte (California Split, 1974), de Robert Altman, em que George Segall e Elliott Gould interpretam personagens idênticos aos de Ben Mendelsohn e Ryan Reynolds, em uma história quase igual.

Divulgação
California Split (1974)

P.S.2: Se você achar que não conhece Ben Mendelsohn, é só impressão: australiano que hoje em dia quase só trabalha nos Estados Unidos, ele está no topo da lista de todos os diretores de elenco. Nos últimos anos, você o viu por exemplo em Reino Animal, Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge, O Homem da Máfia, Êxodo, Slow West e na série Bloodline – e em breve vai vê-lo em Rogue One – Uma História de Star Wars e em Ready Player One, de Steven Spielberg.


(Mississippi Grind)
Estados Unidos, 2015
Direção: Anna Boden e Ryan Fleck
Com Ryan Reynolds, Ben Mendelsohn, Sienna Miller, Alfre Woodard, Analeigh Tipton

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s