divulgação

Orgulho e Preconceito e Zumbis

Quando a ideia da coisa é melhor do que a coisa em si

Eu venero a perícia de Jane Austen como escritora e acho que Orgulho e Preconceito faz parte daquele pequeno punhado de romances perfeitos já escritos (“perfeito” como no dicionário: aquilo em que não existe defeito – nenhunzinho – e em que as qualidades são gloriosas). E adoro uma bobagem também. Portanto, me diverti muito com o livro Orgulho e Preconceito e Zumbis, que o escritor Seth Grahame-Smith publicou em 2009 (e que foi lançado aqui pela editora Intrínseca), no qual Elizabeth Bennett e Mr. Darcy enfrentam uma Inglaterra cheia de zumbis de maus modos. Ou pelo menos me diverti muito até lá pela metade, quando a piada vai ficando cansativa.

divulgação

Já o filme que saiu do livro… esse não dá nem para o começo. É tão sem personalidade quanto a atriz Lily James, que fez a sobrinha avoada de Lord Grantham em Downton Abbey (e uma Elizabeth Bennett sem personalidade é imperdoável) e quanto os outros filmes do diretor Burr Steers (por exemplo, 17 Outra Vez e A Vida e Morte de Charlie, ambos com o sem-sal Zac Efron). Sinto muito pelo Sam Riley, que é um ator muito bom – ele foi Ian Curtis em Control e Jack Kerouac em Na Estrada. Mas uma andorinha não faz verão. Especialmente uma andorinha com a expressão mortificada de o-que-é-que-eu-estou-fazendo-aqui com que ele passa os intermináveis 107 minutos de filme.

divulgação

Só para frisar: nada a ver com o teor de tolice do filme. Essas misturebas do Seth Grahame-Smith são feitas precisamente para isso, para serem delícias tolas. Sou fã convicta de Abraham Lincoln – Caçador de Vampiros, que Grahame-Smith escreveu também como livro e depois roteirizou para o filme de 2012 de Timur Bekmambetov. Mas aí já vão duas diferenças importantes: roteiro do próprio Grahame-Smith e direção de um cineasta de verdade, não de um funcionário contratado.

divulgação

Enfim, fique aqui com o texto que eu publiquei quando o livro foi lançado no Brasil, e acho que você vai se divertir mais.


Trailer


ORGULHO E PRECONCEITO E ZUMBIS
(Pride and Prejudice and Zombies)
Estados Unidos/Inglaterra, 2016
Direção: Burr Steers
Com Lily James, Sam Riley, Bella Heathcote, Douglas Booth, Jack Huston, Charles Dance, Sally Phillips, Lena Headey, Matt Smith

3 comentários em “Orgulho e Preconceito e Zumbis”

  1. Adorei o “delícias tolas”! Mas, acho que tanto o livro quanto o filme exageraram, dessa vez. Mas, vc me convenceu. Estou pensando em dar uma olhada neles, mesmo que só pra ver: qual é…

    Curtir

  2. É impressão minha ou o seu estilo crítico ficou ainda MAIS alerta e o seu texto ainda mais sagaz? Porque o nível da exigência de qualidade continua alto como sempre, embora o nível das produções de Hollywood esteja ladeira abaixo no quesito “inteligência”. É, o cinemão americano virou zumbi.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s