divulgação

A reestreia de Arquivo X

Um caso que nunca deveria ter sido reaberto


Cuidado: SPOILERS (mas não muito)


Justiça seja feita: foi Arquivo X o responsável por abrir caminho para as transformações extraordinárias pelas quais as séries de TV passaram nas últimas décadas. Mas verdade seja dita: 22 anos, na cultura pop, equivalem a algumas eras geológicas. E os 22 anos desde a estreia de Arquivo X, em 1993, foram especialmente longos: no meio deles aconteceu Família Soprano. E, a partir de Família Soprano, a teledramaturgia americana deu um salto quântico que Fox Mulder e Dana Scully mal conseguiriam compreender – quanto mais acompanhar. Chega a ser constrangedor, portanto, o relançamento de Arquivo X em uma minissérie de seis episódios.

divulgação

 

As atuações são anêmicas: nessas coisas o coração sempre fala alto, e tenho visto fãs (presumo) da série original falando que a química entre David Duchovny e Gillian Anderson permanece intacta. Mas eu mesma me lembro dessa química como algo bem mais poderoso, não esse fastio com que eles aparecem em cena, esse ar de quem assinou o contrato e agora tem de encarar a chateação. Os diálogos são uma tristeza: escritos sem arte nem graça, consistem quase só de exposição de teorias conspiratórias – e não leva mais do que trinta minutos, no primeiro episódio, para Mulder “descobrir” que tudo aquilo de que ele se ocupou durante nove temporadas, entre 1993 e 2002, era uma farsa. As reviravoltas do roteiro são tão arbitrárias, e tão desajeitadas, que me pergunto se não foram sempre assim canhestras e o público pré- Família Soprano, The Wire, Breaking Bad, True Detective etc. etc. é que não se dava conta disso. Tenho até medo de rever as primeiras temporadas para tirar a prova; do jeito que está, esses dois episódios inaugurais exibidos pela Fox já arruinaram uma quantidade razoável de boas lembranças.

divulgação

As contribuições de Arquivo X, na década de 90, foram decisivas. Foi a primeira série a criar não só um mundo particular (nisso a velha Star Trek talvez seja a pioneira), como uma mitologia própria na qual o público pudesse se enfronhar e com a qual, pela primeira vez na história, pôde interagir de fato – lançada no comecinho da internet, ela se aproveitou muito bem do novo recurso para expandir seu impacto. Chris Carter foi pioneiro, também, em instituir a figura do showrunner como a conhecemos hoje: o criador/roteirista/supervisor/entidade omnisciente que mantém a coesão do programa de episódio para episódio e de temporada para temporada. Sem esse precedente, talvez não tivesse sido possível a David Chase executar Família Soprano da maneira como o fez – e assim por diante. (Antes que alguém reclame, sim, o Rod Serling de Além da Imaginação foi um showrunner poderoso já nos 50 e 60, mas sua série, em formato de antologia, não se propunha o grande teste das novas séries, o de sustentar um arco dramático durante vários anos.) Por fim, Arquivo X foi um dos primeiros fenômenos conhecidos do que hoje se chama shipping: a arte de manter o público na torcida por um relacionamento amoroso que está sempre prestes a rolar (o termo não é derivado de “ship”, ou “navio”, mas sim de “relationship”, ou “relacionamento”).

divulgação

Tirar um ícone pop como Arquivo X da aposentadoria é o tipo de coisa que só se faz por motivo incontornável – uma história tão boa, mas tão boa, que seria loucura resistir a ela. O apelo, aqui, parece ser outro: usar uma marca conhecida para abrir espaço numa grade de programação ultracompetitiva. E, assim, vai se diluindo cada vez mais o legado de uma série que já morrera morte lenta nas três últimas temporadas, e que já fora desonrada em dois longa-metragens desnecessários.

37 comentários em “A reestreia de Arquivo X”

  1. Achei os 2 primeiros episódios sensacionais! A química entre a dupla existe, arquivo X tem lenha pra queimar é mais 2 temporadas seria perfeito! OBS a responsável por abrir as portas e mudar as coisas na TV foi Twin Peaks.

    Curtir

    1. Twin Peaks foi uma piada sem graça, um sonífero. Foi um merecido fracasso fora dos EUA. O picareta David Lixo merece o apelido em língua portuguesa. Arquivo X foi o precedente de Lost: uma picaretagem que só engana quem quer ser enganado, e enrolado, por anos a fio, até finalmente cair a ficha e o fã perceber que caiu num golpe barato: a do enredo mal-resolvido que deixa um monte de pontas soltas (“mistérios”) e vai acumulando tantos que se torna óbvio que JAMAIS serão resolvidos. Nunca perdi meu tempo assistindo isso, além de dois episódios de cada série, que me fizeram dormir.

      Curtir

  2. Oi Isabela. Concordo bem parcialmente com vc. Achei a química fraca, o cinismo mulderiano pouco usado e o lance da farsa de “9 temporadas” foi foda! Mas me diz… Que teorias vc tem sobre Cornelius, Zira e César, que aparecem no segundo episódio! O momento parece bem “mensagem subliminar”. Aguardo!!! Beijos e te amo muito.

    Curtir

  3. ah Isabela, acho que você esqueceu de uma coisa muito importante: a continuação foi feita para os fãs, e nós, como os torcedores, distorcemos as técnicas, a realidade, pelo simples fato de amarmos a série. Não ligamos para as técnicas, que no caso achei muito boa e coerente com o seriado, ligamos para nossos laços emocionais, ligamos para o prazer de rever a série que curtimos tanto. Isso é o que interessa. Abraços. Celso

    Curtir

  4. Também fiquei com a impressão de que os dois voltaram só pelo “cheque” que ganharam, principalmente o David Duchovny, sei lá, parece meio de saco cheio. E concordo que foi decepcionante ele descobrir que tudo foi uma farsa… Tipo, já??? Fiquei na esperança de que fosse só uma encenação do Mulder pra descobrir mais coisas ou algo do tipo…. Bom, vamos ver os outros 4 episódios. I want to believe hehehehe

    Curtir

  5. Concordo integralmente com a autora, principalmente quando ele descobre toda verdade em um único episódio. Como assim ??!! Demorou 09 temporadas e não descobriu nada… Para mim é marmelada !! Deveriam ter deixado a série descansar em paz !

    Curtir

  6. Esta critica me parece o inverso que li num gibi nos anos 70 (é, sou velho mesmo…) em que o Pateta ficou famoso por ser garoto propaganda de diversos produto tipo: ”torta de jiló, não comi e não gostei…” e as pessoas passaram a comprar os produtos, por não aceitarem, não gostar de determinada coisa, sem ter usado, comido, etc. Ao não gostar desta ”mini-série” e comparar com família soprano, Dª Isabel me fez ficar determinado à assistir o retorno de Arquivo X e tenho certeza que vou gostar…

    Curtir

  7. Sinceramente, não concordo com a Isabela. Parece até que autora está com inveja da série ter voltado ao ar e não os Sopranos. A reabertura do show atingiu as expectativas do fãs. O jeito que os personagens foram abordados diz respeito a realidade deles. O tempo passa, o tempo é cruel e as pessoas mudam com o tempo, tanto psicologicamente quanto fisicamente. E convenhamos que o trabalho deles era frustante ao extremo, sempre perto da verdade, mas nunca perto o bastante. Achei muito chato a autora do artigo ter dado spoilers. O primeiro episódio ainda não passou no Brasil e acho que muita gente prefere descobrir os fatos por si só. Mais consideração por favor. E para quem ainda não viu, não se deixe levar por comentários e artigos alheios, tenha suas próprias conclusões.

    Curtir

  8. Boa tarde. Eu achei fantástica a reestreia, gostei muito e não concordo com você. Acredito que o interessante é conseguir dialogar com os outros episódios que passaram a mais de 13 anos, em outra era mesmo. O seriado continua o mesmo, mas atualizado, é nítido perceber que as novas tecnologias foram integradas ao sistema. Como fã assíduo, não só desta série, mas de outras como 14400, Under The Dome, Mr Robot, Carnival´s, Extant, Sense 8 entre tantas outras do mesmo gênero eu acredito que o caminho esta sendo muito bem trilhado, tratando temas bastante discutidos por David Icke. Sugiro rever com calma e perceber que cada personagem segue seu padrão e sua evolução histórica e etária, ninguém tenta ser o que não é… Fiquei muito feliz com o retorno da série.

    Curtir

  9. Eu não cheguei a ver todos os episodios,mas sempre gostei de Arquivo X.Pior e a Rede Globo enchendo o saco com Zorra Total,Esquenta,Domingão do Faustão,Fantastico e essas novelas ridiculas.A Band nao tem nada a unica coisa que tem e aquele programinha ruim pior que enterro o Pânico na Band o unico ali que esta tentando melhorar e o Silvio Santos com aquelas novelas mexicanas que mal ou bem são bem melhores que as da Globo.A Record esta enchendo o saco com essas novelas biblicas e com aqueles filme antigos pra caramba.Ate o Canal do Boi na parabolica e bem melhor que essas programações na tv aberta,graças a Deus eu tenho SKY e não vejo,mas tv aberta.Se eu quiser ver lixo e abrir a lixeira de casa e imagina que esta assistindo a Rede Globo ou outra Tv Aberta.

    Curtir

  10. Críticos são sempre críticos. Não entendeu que a série só vai ter 6 episódios??
    Lógico que não vão ficar detalhando muito.
    Quem é fã de verdade e conhece a série, não iria ficar reclamando disso.
    X Files esta de volta em apenas com episódios especiais, isso ja basta.
    Assisti e gostei. Não tem o que reclamar.

    Curtir

  11. Não concordo. Assisti ao primeiro e segundo episódio ontem e fiquei muito feliz com o que vi. Sou ufólogo amador e no primeiro episódio o Mulder levanta questões muito sérias e reais sobre caso Roswell. A Ufologia infelizmente é tratada de forma ignorante por muitos mais o arquivo X volta trazendo mais visibilidade ao assunto.

    Curtir

  12. Realmente talvez tenha assistido embora não compreendido a essência da série. . Os textos são embasados no legado deixado pelas 9 temporadas anteriores.. eis que a nova temporada abre uma aba no leque de situações que ficaram inacabadas ou mal resolvidas nas temporadas anteriores. .. Vale lembrar que a volta da série é digamos que “um agrado” aos fãs …

    Curtir

  13. Assisti a primeira fase e a mudança do tema nao teve canastrice menhuma, pergunto a reporter que com certeza ela acredita em muitos mitos e se eles forem diferentes isto nao achara canastrice, devemos lutar pelo que acreditamos. Sera que ela actedita que os governos constituidos docraticamente ou nao são os que nos gerenciam? Os artistas estao bem e vamos em frente, é muito melhor com eles de volta agora do que sem.

    Curtir

  14. Acho que você viu outra série Isabela, Achei que apesar de passar tanto tempo a série manteve o que sempre teve para segurar o público. Muito bom esses dois primeiros capítulos por sinal. Que pena que você não curtiu.

    Curtir

  15. Critica vazia e cheia de magoa. Você cita mais Família Soprano do que Arquivo X, que deveria ser o foco do artigo. Acredito que você deveria assistir ao episódio sem essa carga emocional negativa. O primeiro episódio realmente deixou a desejar, mas o segundo trouxe toda a carga boa das primeiras temporadas, pode não ser o melhor seriado da atualidade mas pelo menos resgatou os bons momentos do começo da série.

    Curtir

  16. Isabela, com todo respeito não concordo com seu texto.
    Acredito que Chris Carter tenha bons planos para esses episódios finais. Os fãs de Arquivo-X merecem um fechamento com chave de ouro para compensar os 3 últimos anos apáticos.
    Já os atores estão dando o possível -já não são os mesmos, concordo – mas, a atmosfera ainda é a mesma narrada com o enredo dos dias atuais.

    Curtir

  17. Comparar Família Soprano com Arquivo X… Não tem cabimento.

    A continuação, 22 anos depois, foi feita para os seguidores e não para o “críticos”.

    Lembrando que Arquivo X tem seguidores, e não fans.

    Curtir

  18. Olá.
    Sou fã declarado da série. Mas, não posso deixar de concordar, em partes, com a Isabela.
    Porém, eu quero acreditar , que seja assim que tinha que ser. Se Mulder entendeu que tudo era enganação. Após, 9_temporadas só lhe resta o fastio, o viver dia-a-dia sob o peso da insatisfação. Talvez Chris Carter tenha dado esse ângulo para tudo parecer que mesmo ter passado muitos anos, a verdade está lá fora. E nunca será encontrada. E isso cansa…

    Curtir

    1. Li o artigo, mas vejo uma possibilidade sequencial, do último episódio, para os dois longas e, sequencialmente, para a nova temporada. No entanto, a comparação de fãs de breaking bad e true detective é, a meu ver, anacrônica, por tratar-se de mundos fictícios bem diferentes. A maturidade dos atores( personagens), era esperada, se assim não fora, seria completamente ridículo e inverossímil

      Curtir

      1. O que Isabela quis dizer é que desde Sopranos a qualidade dos roteiros na televisão americana chegou a um nível tão alto que é preciso mais capricho pra convencer. Fazer algo só pra agradar fãs incondicionais é no mínimo esperteza dos produtores. Um exemplo é Mad Max – Estrada da Fúria que estreou 30 anos depois do último filme e foi um arraso. Um filme feito com esmero pra atingir todo o público.

        Curtir

  19. Não concordo com sua opinião. Achei a continuação ideal abordando um tema difícil sobre o controle de massa
    populacional, como os iluminates fazem e ninguém dá bola. O enredo respeitou a conexão de assunto e da história. Na minha opinião, foi melhor que a continuação de Star Wars.

    Curtir

  20. gosto é gosto !!! quantas vezes li criticas sobre filmes, seriados e depois assistindo vc aprova e gosta……….perfeição não existe e agradar a todos também não !!! assisti a volta de arquivo x e gostei , o resto são apenas opiniões de cada um e mais nada !!!

    Curtir

  21. Não entendi seus argumentos contra a séria ” Os diálogos são uma tristeza: escritos sem arte nem graça, consistem quase só de exposição de teorias conspiratórias”, isso É o Arquivo X, pelo começo do texto achei q vc ao menos tivesse assistido a série anterior…
    Quanto ao novo plot, ele “descobrir” tudo é totalmente o que a série Arquivo X, a questão nunca é descobrir a verdade e sim conseguir prova-la e acreditar nela!

    Curtir

  22. Sempre imaginei que o agente Fox fosse terminar a série como o novo “garganta profunda”, mas enquanto eles tiverem a expectativa de lucrarem, vão continuar novos episódios .

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s