divulgação

Star Wars: O Despertar da Força

Tudo o que se esperava, e mais do que se imaginava possível.

Agora vamos explicar o porquê. Mas SEM nenhum spoiler, é evidente…


Veja aqui a vídeo-resenha

10 comentários em “Star Wars: O Despertar da Força”

  1. Gostei muito dos pontos mais relevantes que você apresentou tanto aqui na crítica em vídeo quanto na reportagem para vídeo. O filme tem o espírito dos filmes originais e também está atingindo um novo público, mérito do J.J Abrams e do Lawrence Kasdan.

    E agora já tendo visto o filme e tirado minhas concluões, concordo absolutamente que o roteiro foi muito bom. Os novos personagens são carismáticos como os antigos e mesmo os antigos não estão lá apenas como acessórios de cena. O filme foi muito bom.

    Curtir

  2. O roteiro é péssimo. Já o roteiro do episódio II e III são os melhores de todos. Apesar que o IV é bem original. O Despertar da Força é o pior de todos e o único que não diverte. Até A Ameaça Fantasma é menos ruim, pois tem um conflito político envolvido de maneira mais adulta.

    Curtir

  3. Isabela, difícil saber o que é mais patético: você ou este filme insípido. Há uns dez anos percebo que você escreve tão mal sobre cinema que desconfio que ganha dinheiro dos distribuidores para fazer uma crítica tão infantil.

    Curtir

  4. Olá, Isabela. Parabéns pela crítica objetiva e clara, sem spoillers. Você sintetizou muito o filme. Comentário muito apropriado. Concordo com suas colocações. O novo Star Wars tem o “espírito” da série original. J. J. Abrams conseguiu o que parecia ser impossível: retomou elementos essenciais da mitologia criada por Lucas e deu novo fôlego a ela inserindo novos personagens – sem dúvida , a “cereja do bolo” é Rey que ganhou vida por meio de Dayse Ridler, que tem tudo para ser uma uma novas estrelas de Hollywood. Para mim, este novo filme me fez lembrar como você disse o melhores episódios da série e também fiquei com gosto de “quero mais” quando chegou ao final. J. J. Abrams ocupou definitivamente o espaço vago por Steven Spielberg como criador de filmes de fantasia capazes de cativar o grande público. Ansioso para o próximo filme da série, que promete ser tão boa como a original. Um abraço.

    Curtir

  5. Oi Isabela, concordo 99% contigo, esse 1% de discordância se refere apenas ao momento mais dramático do filme, achei que faltou um espaço maior para deixar assentar a carga dramática da cena, a ação volta a correr logo após, e você sente a chance de aproveitar o momento passar, um jeito de lidar com isso seria tirar emocionalmente de ação o coadjuvante* (para não dar spoiler rs). PS.: acho que isso só tem peso alto para a velha geração rsrs

    Curtir

  6. Muito bom o review! Concordo plenamente. Pena que o JJ não seguiu essa linha no Star Trek. Tem de haver mudanças, sim. Mas podíam ser mais graduais como em O Despertar da Força, não deixando o que nos faz fãs de lado. De resto, parabéns!

    Curtir

  7. Sua crítica só me fez ficar com vontade de conferir “Star Wars:O Despertar da Força”.É o filme mais esperado de 2015 e as criticas são favoráveis.Provavelmente será a maior bilheteria do ano.Quero assistir.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s