divulgação

Homem Irracional

Mais vale um Woody Allen na mão…

Abe Lucas, um bad boy da filosofia que acaba de ser contratado por uma universidade da Costa Leste, já não vê qualquer sentido na vida: a aleatoriedade da existência humana é, para ele, apenas um prelúdio da desintegração e morte do universo.

 

divulgaçãoAbe, interpretado por Joaquin Phoenix com aquele desconforto de quem está se sentindo mal dentro da própria pele, perdeu de tal forma o apetite pela vida que nem o sexo faz mais parte do seu cardápio: Rita (Parker Posey), uma quarentona insatisfeita, tenta seduzi-lo, e nada. Sua jovem aluna Jill (Emma Stone, a nova musa de Woody Allen) declara-se para ele, e nada. Eis que, um dia, o acaso intervém: tomando café numa lanchonete, Abe e Jill sem querer ouvem a conversa da mesa ao lado – e Abe, inesperadamente, acha que encontrou um propósito para viver.

divulgação

 

Não há nada neste novo filme de Woody Allen que já não se tenha visto antes – e melhor – em outros filmes de Woody Allen. Por exemplo, em Crimes e Pecados (1989), Um Misterioso Assassinato em Manhattan (1993), Match Point (2005), O Sonho de Cassandra (2007). Duas razões para isso: Woody, primeiro, é obcecado pelo Crime e Castigo de Dostoievsky (pelos autores russos em geral, na verdade), e não perde oportunidade de voltar a esse dilema moral em particular, o dos crimes com uma justificativa ética ou pessoal. Segundo, um dos aspectos mais fascinantes da carreira de Woody é esse, a maneira como ele trabalha, retrabalha e repisa alguns mesmos temas sob diversos ângulos e com abordagens diversas, da comédia à farsa, o drama e o suspense.

divulgação

Homem Irracional não está entre os melhores da sua fase recente? Não importa. Outro dado essencial à criatividade de Woody é a regularidade com que ele cria. Se ele deixasse de lançar um filme todo ano, nesta época do ano, porque este aqui não é tão bom quanto aquele lá, então o fato é que não haveria “aquele lá”, aquela obra-prima que de vez em quando pega todo mundo de jeito, como Match Point ou Meia-Noite em Paris. Assista a Homem Irracional e incentive o Woody a continuar trabalhando. Ele está com 79 anos mas ainda tem muito gás.


Trailer


Homem Irracional
(Irrational man)
Estados Unidos, 2015
Direção: Woody Allen
Com: Joaquin Phoenix, Emma Stone, Parker Posey, Jamie Blackley, Sophie von Haselberg, Tom Kemp
Distribuição: Imagem Filmes

3 comentários em “Homem Irracional”

  1. O mais excepicional no Woody Allen, além de todas suas quaidades como escritor, é sua quantidade de trabalhos, claro que nem sempre entregará uma obra prima, mas sempre tem uma idéia instigante, nem sempre bem executada, mas muito acima da média, do que muitos filmes da temporada.

    isabela muito bom seu blog, adoro suas críticas.

    Curtir

  2. Gosto bem do cinema de Woody Allen e, após ter lido uma crítica que afirmava ser esse o melhor filme que o diretor produziu em décadas, fui assistir a “Irrational man” com muita expectativa. Embora o filme tenha me agradado, não fui surpreendido positivamente posto ter visto o Woody já esperado – conhecido. Diferente de “Match point”, ou até dos mais recentes como “Blue Jasmine” – revisitar do clássico “A streetcar named desire” -, somos expostos a um gênero muito próprio que carrega a marca Woody Allen. Ainda que mais do mesmo, sem querer tecer qualquer juízo de valor (como já disse anteriormente, é um cinema que me entretém), foi uma boa experiência.

    P.S. Isabela, fiquei muito feliz com o seu espaço! Adoro suas críticas! Você já me impulsionou a ver e gostar de muitos filmes que não entrariam em minha “lista eletiva”.

    Curtir

  3. Assistindo “Woody Allen:Um Documentário” eu refleti sobre o genialidade dele.Ele como qualquer pessoa erra e acerta,mas é um autor fiel ao seu estilo e que sem dúvidas esta na história.Seria possivel existir filmes como a “Antes do Amanhecer/Antes do Por do Sol/Antes da Meia Noite” de Richard Linklater sem a influência do Woody Allen de “Annie Hal” e “Manhattan”,ele diz no documentário que não foi um cineasta influente.Isso é charme de um autor que sabe da sua importância pro cinema.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s