“Mare of Easttown”: e pensar que Kate Winslet é só uma das qualidades

Minissérie da HBO é um drama policial sólido, bem construído, de elenco superlativo e que traz dilemas morais verdadeiros

Assista aqui a resenha em vídeo:


Leia aqui a minha resenha da revista VEJA:

Em “Mare of Easttown, Kate Winslet é policial em lugarejo cheio de segredos

Um crime acirra antagonismos na cidade – mas, na minissérie da HBO, a detetive é que se revela o verdadeiro elemento de ruptura

Mare Sheehan (Kate Winslet) tem uma vida complicada. Perdeu um filho e cria o neto que ele deixou; divorciou-se do marido, que vai se casar de novo; toureia a mãe e a filha adolescente; e é a investigadora da reduzida força policial de Easttown, na Pensilvânia, um desses lugares que exalam declínio econômico, ressentimento e uma nefasta falta do que fazer, e no qual todos se conhecem desde sempre. Aparentemente (e essa é a palavra-chave), não há detalhe da vida de Mare que a cidade não conheça, ou circunstância da vida alheia de que ela não saiba: os desentendimentos familiares, as dificuldades financeiras, as antipatias. É um caldo indigesto, e nele fermenta já há um ano o desaparecimento de uma jovem da qual a detetive nunca conseguiu achar nem rastro. Agora, ele ganha um novo ingrediente: o assassinato de uma adolescente, que, como tudo o mais ali, se vai revelando um nó em uma vasta teia de relações. Eis a razão do título da minissérie Mare of Easttown (Estados Unidos, 2021), cujo terceiro de sete episódios estará disponível neste domingo, 2 de maio, na HBO e HBO GO: tanto quanto Mare, a própria Easttown é aqui uma protagonista viva.

De modo geral, o whodunnit — ou “quem matou?” — depende de um elenco finito de suspeitos e desencadeadores, mas a ambientação em uma cidade pequena soma ao mistério um item volátil: como quaisquer outras pessoas, os moradores de Easttown guardam segredos de maior ou menor monta, pertinentes ou não ao crime. Boa parte deles será revolvida pela investigação, o que vai conferir a personagens adjacentes uma influência inesperada sobre os rumos da trama e criar um terreno movediço e traiçoeiro — sensação que é a marca também de séries como a inglesa Broadchurch, em que Olivia Colman investiga a morte de um menino do lugarejo em que vive com a ajuda do policial forasteiro vivido por David Tennant. Também Mare, para sua profunda irritação, ganha aqui um parceiro de fora, que ela tenta isolar como quem expulsa do organismo um corpo estranho. É Mare, porém, a pessoa fora de lugar: ríspida, impaciente, confrontadora, exausta, em deriva interna e sobretudo franca, ela é, na atuação brilhante (mais uma) de Kate Winslet, a pedra de que o sapato da hipocrisia provinciana quer se livrar.

Publicado em VEJA de 5 de maio de 2021, edição nº 2736

6 comentários em ““Mare of Easttown”: e pensar que Kate Winslet é só uma das qualidades”

  1. Olá Isabel.Sou Português.e talvez n há dez anos que não leio m blogs. mas voce apareceu no youtube, e eu vi que a senhora sabia o que dizia. alias, a minha critica favorita foi sobre o filme do zack snyder.. há cerca de um ano desisti da netflix, e só tenho hbo. houve um tempo que tive netflix, hbo, amazon, e a disney + foi só um mês porque só gos tei de um filme do catalogo todo..foi do cars, mas eu vi o cars, antes de sair no cinema, e o meu filho tinha uns 6 anos, então eu vi o cars centenas de vezes..na versão inglesa…por mim tudo bem, falo tão bem ingles como portugues.
    sei que nao estou a respeitar a escrita, mas estou sem dormir, e nunca aderi ao acordo ortografico.talvez há uma semana atrás, comecei a ver um falta cá o meu filhoo, eram 4 pessoas, e você parecia ter a cara mais magrinha…
    vi o inicio, mas depois saí, e não gravei, desculpe.a estrela era a senhora.
    estou a escrever as 9 am, e ouvi a su recenção sobre ammonite..
    com a grande kate winslet. eu saco os filmes no pirate bay. aqui na europa é só isso
    tenho todos os candidatos a oscar de melhor filme, mais os the 5 bloods, billie h.vs usa,etc,etc, tenho o druk, já ouvi a sua critica, mas ainda não vi…
    estou desempregado há 3 anos, e gora vejo californicatiian, board walk empire, big love, normal people,
    tenho aqui dvd ha 10 ou 15 anos, e ainda nao os vi… não é falta de tempo…mas tenho 500 filmes num disco ligado a tv..vou ver o new york stories, a do scorsese, com a belisima rossana arquette..
    depois um filme que descobri há pouco, de 2012, o silver linnigs picturbook…qualquer coisa nem sabia que a jenifer laurence tinha ganho o oscar, porque quando o rocky ganhou nao taxi driver, o kramer vs kramer ganhou ao apocalypse nou e o ordinary people ganhou ao raging bulll,esqueci tud
    .a mim bastou me ver o primeiro episodio da Mare of Eastttown.
    eu nao escrevo mal, eu muito cansado, tive covid, m e o meu filho de 19 anos acabou o trtatamento para o linfoma de hodgkins…desculpe.
    gosto muioto do seu trabalhosó há cerca de um ano pude ver o pixote, a lei do mais fraco, que foi o titulo que teve em portugal
    do babenco vi o kiss of the spider woman, com o william hurt e a sonia braga, que trouxe a peste das novelas para portugal, em 77
    cvom a gabriela…

    se quiser saber o que as novelas destruiram portugal…não pergunte…escreva..
    permita-mandar um beijinho, se chegou até aquoi…
    bom dia. boa tarde and ggod luck

    Curtir

    1. Vitorino, saudações! Sou casada com um lisboeta e aprendi a amar Portugal, muito. Sinto pelas dificuldades que você está enfrentando, e espero que elas venham a se tornar mais leves. Como você pode ver, uso gerúndio e ainda não aprendi a escrever o português de Portugal. Mas acho o acordo ortográfico uma idiotice. Esqueça-o mesmo. Fico muito feliz que você aprecie o meu trabalho. Espero que continue a me acompanhar. Um abraço!

      Curtir

  2. Achei muito boa a série. Pergunta: por que não há referência em seu blog ou canal do YouTube ao filme CODA (A última nota), com o Patrick Steward? No mínimo achei excepcionais as paisagens, além da interpretação de Steward.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s